Uberlândia, 25 de Maio de 2018


Equoterapia

HISTÓRICO DA EQUOTERAPIA

458 - 377 (AC) Hipócrates - Das dietas: a equitação regenerando a saúde.

130 - 199 Galeno - Consolidador e divulgador dos conhecimentos da medicina ocidental Enfatizaram os benefícios da atividade eqüestre.

IDADE MÉDIA - ÁRABES

Inúmeras referências, tendo em vista o desenvolvimento da ciência num quadro da cultura eqüestre.

1569 - MERKURIALIS - ´Da Arte Ginástica´ : a equitação exercita não só o corpo mas também os sentidos.

1676 - THOMAS SYDENHAM ( 1624 - 1689 ) - Médico, emprestava seus cavalos para pacientes sem recursos.

1734 - CHARLES CASTEL - Médico e Abade de Saint Pierre; criador da cadeira vibratória ( ´ Tremoussoir´ ) com movimentos similares aos cavalo.

1747 - SAMUEL T. QUELMALZ (1697 - 1758 ) - Primeira referência histórica ao movimento tridimensional do dorso do cavalo.

1752 - JOHN PRINGLE - Observando os militares que combatiam a pé e a cavalo, constatou que estes últimos eram menos atingidos por doenças endêmicas.

1782 - JOSEPH C. TISSOT - ´Ginástica Médica e Cirúrgica´ : primeiras referências sobre contra - indicações e caracterização do passo como andadura mais benéfica.

1901 - HOSPITAL ORTOMÉDICO DE OSWENTRY ( INGLATERRA) - primeira aplicação de equoterapia em contexto hospitalar .

1952 - LIZ HARTEL - Poliomielite em 1946. Vice Campeão olímpico em adestramento eqüestre em 1952 e 1956.

1965 - FRANÇA - Equoterapia torna-se matéria didática universitária ( Salpentiére).

1972 - FRANÇA : Primeira tese de doutorado em medicina sobre equoterapia ( Dra Collete Picart Trintelin - Universidade de Paris - Val de Marne).

1974 - 76 - 79 - 82 - CONGRESSOS INTERNACIONAIS SOBRE EQUOTERAPIA.
85 - 88 - 91 - 94

1985 - MILÃO ( V Congressso Internacional ) Fundação da Federação Internacional ( FRDI )

1988 - EUROPA - Viagem de grupo de brasileiros á Europa para estudos e aprofundamento sobre equoterapia.

1989 - BRASIL - Fundação da ANDE - BRASIL.


Material Usado na Equoterapia

• Devemos conhecer o cavalo, seus hábitos, sua forma de andar, suas reações de defesa e suas necessidades.
• Uso de equipamentos adaptados de acordo com o quadro clínico
• Rampa para montar.
• Sela especial com alça para apoio.
• Cilha com alça.
• Mantas de espuma de diferentes espessuras.
• Estribos.
• Guia de trabalho.
• Recursos materiais-bolas, pompons, bastões, cones, balizas, etc.


Princípios Fundamentais da Equoterapia

• Suprimir ou inibir a hiperatividade tônica reflexa, procurando modificar ou minimizar os padrões posturais anormais.
• Conseguimos estes objetivos pelos movimentos tridimensionais e proprioceptivos produzidos pela, marcha do cavalo, que excita as terminações nervosas da pele transmitindo estímulos ao encéfalo, com respostas ideais para cada quadro clínico do praticante.


Método Terapêutico

Reconhecido pelo Conselho Federal de Medicina parecer 6/97. Cientificamente sua proposta tem efeito no

• Movimento do dorso do cavalo transferido ao Cavaleiro.
• Vinculo emocional desencadeado por esta prática.
• Integração sensorial estimulada pelo cavalo.

voltar

  Copyright 2018  - Todos os direitos reservados.