Uberlândia, 25 de Maio de 2018


Objetivos

Objetivos de Equoterapia

• Melhora do Equilíbrio.
• Ajuste corporal.
• Alinhamento corporal.
• Consciência corporal.
• Organização espaço temporal.
• Coordenação motora.
• Força muscular.
• Objetivos psicosociais.
• Modulação do tônus muscular.
• Prática da integração sensorial e dos ganhos motores.
• Maior integração do praticante.


Indicações de Equoterapia

Distúrbios Sensoriomotores

• PC
• AVE
• TCE.
• Déficits Sensoriais.
• Síndromes Neurológicas (Down, West, Rett, por exemplo).
• Seqüelas de processos Inflamatórios do SNC ( meningoencefalite).

Distúrbios Psicosociais

• Transtornos invasivos do desenvolvimento (Autismo, Psicose Infantil, Síndrome de Asperger).
• D.M.
• Síndrome hipercinética
• Dificuldade de Aprendizagem.
• Alterações Comportamentais.

Contra indicações da Equoterapia

• Instabilidade atlanto-axial - podendo ocasionar lesão medular por lassidão ligamentar
• Osteoporose estrutural - acima 40º.
• Hemofilia - risco de microfraturas vasculares.
• Hérnia de disco - compressão discal
• Feridas abertas.


Programas Básicos de Equoterapia

Hipoterapia:

O praticante não tendo condições físicas e ou mental para se manter só sobre o cavalo, necessita do terapeuta para montar com ele. De auxiliares guias para conduzir o cavalo e auxiliares laterais para mantê-lo montado.
O cavalo atua como agente cinesioterapêutico.

Educação / Reeducação

O Praticante tem condições de exercer alguma atuação sobre o cavalo, depende em menor grau do auxiliar guia e lateral.
Os Profissionais de equitação mais atuantes e exercícios programados pela equipe
O Cavalo atua como agente pedagógico, no processo de ensino - aprendizagem.

Pré - Esportivo

O Praticante exerce maior influência sobre o cavalo, tem boas condições para atuar e conduzir o cavalo pode participar de competições.
Os Profissionais de equitação mais atuantes, mas todos participam.
O Cavalo atua como agente de inserção social.


Sessão de Equoterapia

Fase de Aproximação

• Contato do praticante com o cavalo.
• Tem de ser progressiva e paciente.

Fase de Descoberta

• Vencer o medo do Cavalo.
• Exploração do Cavalo - cabeça, focinho, boca, orelhas, cauda, patas, etc...
• Exploração da Sensibilidade do praticante (pelagem, cheiro, etc...).
• Inicio do vínculo do praticante.

Fase Educativa

• Praticante executa as atividades especificas para cada caso.
• Praticante recebe todas informações sensitivas e psicomotoras


Fase de Ruptura

• Separação do seu amigo cavalo.
• Se necessário acompanhar ate a baia, retirar arreamento alimentá-lo, acariciá-lo.
 


Áreas de Aplicação da Equoterapia

• Saúde - reabilitação física e ou mental.
• Educação - Necessidades Educacionais.
• Social - distúrbios comportamentais.

Equoterapia e seus Benefícios

• Mobilização pélvica, coluna lombar e articulações do quadril.
• Melhora do equilíbrio e da postura.
• Desenvolve coordenação de movimentos entre tronco, membros e visão.
• Estimula a sensibilidade tátil, visual, auditiva, olfativa, melhorando a integração sensorial - motora.

 

 
 

 

 

voltar

  Copyright 2018  - Todos os direitos reservados.